Make your own free website on Tripod.com

Reduzir a produção do lixo é diminuir a quantidade de lixo. A melhor forma de resolver um problema constante, como é o caso dos resíduos, é a de evitar o seu aparecimento. Se cada vez que um problema surgir nos limitarmos a procurar medidas para resolvê-lo, então estaremos contribuindo para a perpetuação da situação. Isto por que se há como resolver o problema, inconscientemente as pessoas não irão reunir esforços suficientes para evitá-lo.

Uma das atitudes para reduzir a quantidade de lixo gerado é utilizando produtos fabricados de forma diferente, ou prolongando o tempo de vida útil do produto. Costuma-se, por exemplo, utilizar copos descartáveis em festas, escritórios ou mesmo em casa. É muito difícil o mesmo copo ser reutilizado, por ser justamente descartável. Deve-se preferir o uso de materiais mais duráveis, como o vidro ou a porcelana.

Algumas atitudes de redução na fonte:

·          Utilizar recursos não descartáveis para anotações de recados. Por exemplo, substituir papéis por lousa ou quadro negro;

·          Levar embalagens e recipientes de casa para fazer compras, evitando inúmeras sacolas plásticas no lixo ( Por quê?). Procure levar carrinho, daqueles utilizados para ir à feira;

·          Optar por produtos a granel e alimentos frescos, evitando embalagens desnecessárias;

·          Verificar o uso excessivo de papel higiênico ou guardanapos ( E por falar nisso ...);

·          Substituir os guardanapos de papel pelos de pano;

·          Utilizar acendedor de fogão ao invés de fósforos;

·         Preferência a certos produtos em relação a outros como

·          lâmpadas de baixo consumo (fluorescentes) que são oito vezes mais duráveis que as incandescentes;

·          cartuchos de impressora recarregáveis;

·          produtos de embalagens recicláveis

·          produtos de embalagens retornáveis;

·           

·          Planejar bem suas compras para não haver desperdício;

·          Evitar desperdícios também na hora de preparar as refeições (existem receitas, como tortas e sopas, que são feitas com “sobras” de alimentos antes do consumo. Por exemplo, talos e ramos de verduras);

·          Assinar jornais e revistas em conjunto com outras pessoas;

·          ETC !!!

Além de reduzir a quantidade de lixo gerado, deve-se buscar a redução da qualidade do lixo a ser descartado, pois muitas substâncias utilizadas na fabricação de alguns produtos podem causar impactos ambientais graves, tendo conseqüência também para a saúde humana.

A embalagem e a composição de certos produtos devem conter o mínimo de toxicidade. Cabe ao cliente saber escolher o produto menos poluente. Mas como distinguir estes produtos?

É difícil saber a composição de todos os produtos e qual a sua toxicidade, mas eis aqui uma breve lista de produtos que devem ser escolhidos de preferência em relação a outros:

* Cremes dentais em gel em substituição aos de pasta, pois não contêm dióxido de titânio (prejudicial para o ambiente);

* Produtos biológicos, uma vez que a agricultura biológica não utiliza químicos nos solos nem nas culturas;

* Papéis reciclados, protegendo assim, os recursos naturais;

* Preferir o papel não branqueado com cloro, uma vez que este é um dos responsáveis pela formação de dioxinas;

* Preferir papel higiênico não colorido, pois não são utilizados corantes (cujos resíduos são despejados geralmente nos rios) e são feitos com papel reciclável;

* Quanto às pilhas, podem-se utilizar pilhas recarregáveis, pois são menos poluentes e duram mais tempo. Entretanto, o ideal é evitar usá-las e optar por aparelhos que se liguem à corrente elétrica.

(Vale lembrar que também é necessário REDUZIR quanto a outros recursos naturais como a água, principalmente!).

 

Por quê?
As sacolas plásticas trazem dificuldades em instalações de tratamento, tais como aterros sanitários e compostagem, pois impedem o livre trânsito de líquidos e gases.

E por falar nisso ...
Na PUCPR, você já deve ter reparado que nos banheiros há um lembrete no dispositivo do papel toalha: “Acione apenas três vezes a alavanca”. Isto por que três vezes é suficiente para enxugar as mãos. Se você acha que não, já tentou? Experimente ao invés de acionar 10 vezes a alavanca chacoalhar 10 vezes as mãos antes de secar! Se você lavou o rosto ou escovou os dentes talvez precise de mais toalha, mas não precisa pegar um metro (coisa que presencio todos os dias na faculdade)!

 

 

 

Tel: (99) 3521 2825 / 3521-5122

 

Email: iracemmamyl@yahoo.com.br / maspcard@bol.com.br

 

Caixa de texto: Redução do lixo